Sequenciamento Fora de Ordem

“Sequenciamento fora de ordem”. Para os íntimos, apenas “OoOS”, de Out of Order Sequencing.   Provisão divina para os jogadores, tormento eterno para os advogados de regra, prazer e dor para os juízes, e fonte de incontáveis paradoxos temporais no Multiverso. Mas o que são, e para que existem? Por aqui, eu tentarei guiá-lo através das distorções da quarta dimensão!!   Tecnicamente correto é a melhor forma de estar correto “Magic é um jogo complicado”.

Read more.

Erro de comunicação (sim, de novo)

Bem-vindos de volta ao What’s Up Docs?! Como vocês podem ter lido neste anúncio, uma das razões pela qual eu deixei de ser um Coordenador do Programa foi porque eu não conseguia achar tempo para escrever sobre questões de torneios e políticas no What’s Up Docs. Levou algum tempo para na minha vida, mas, bem, o fato de eu estar escrevendo isso enquanto faço uma pausa na desmontagem dos meus móveis antes de me mudar permanentemente para Paris amanhã parece ser um bom sinal. Então,

Read more.

Erro de comunicação? Você precisa tomar uma decisão!

Existem algumas situações que podem danificar severamente um jogo apesar de nenhum jogador ter cometido realmente uma infração. Um dos motivos mais comuns é discordância sobre o estado atual do jogo, seguindo por uma ineficiente, para não dizer inexistente, comunicação, enquanto nenhuma Violação na Política de Comunicação foi cometida.   A reação instintiva: Retroceder Nessas situações, é tentador retroceder o jogo até o último momento no qual ambos os jogadores

Read more.

Retrocedendo: Filosofia e Metodologia

O MIPG diz que, quando uma Violação de Regra de Jogo acontece, há duas possibilidades: “[...] Realize o reparo especificado a não ser que um retrocesso seja simples de ser feito” “Caso contrário, um retrocesso pode ser considerado ou o estado de jogo pode ser deixado como está.” Isto levanta algumas questões: Quando um retrocesso é “simples” o suficiente? Quando um juiz deve considerar um retrocesso ao invés de deixar o jogo como está? Quando sou consultado

Read more.