Magic Judge Monthly: Junho de 2016

Caros Juízes,

Sejam bem-vindos a mais uma edição da vossa magazine favorita para o juiz ocupado! Leiam tudo acerca dos incríveis tópicos de Junho, incluindo imitações de juízes e como encontrarem o vosso traje perfeito.

Encostem-se e apreciem esta leitura ligeira de verão.

Até ao próximo mês!

testheader2

Onda Exemplar 5

Acabou mais uma onda de recomendações do Exemplar. O Bryan Prillaman tem um blog com todos os detalhes acerca do que acontece se tiveste uma recomendação aceite e uma lista da incrível equipa que torna este programa possível. Agora é uma boa altura para começar a procurar juízes que façam coisas exemplares para as tuas recomendações da Onda 6, que fecha dentro de 4 semanas.

Novos blogs

Está a florescer um par de novos blogs na cena de juízes. O Nicholas Zitomer procura cultivar e explorar as melhores práticas de arbitragem e criar um ambiente positivo para todos no The Elvish Farmer. Se procuras alguns exercícios de team building ou apenas alguns jogos interessantes para jogar com juízes no teu próximo evento, o Adam Cetnerowski traz-te os Judge Games.

testheader2

Artigos de Juiz e Posts de Blog de Maio de 2016

  1. Artigos: Eventos On Demand: Gestão do Salão, Notas e Dispositivos Electrónicos
  2. Bearz Repeating: Como (Não) Escrever Reviews, Lista de Leitura: Verão 2016, Onda Exemplar 5 e Tempo e Tempo Novamente
  3. Tutor Místico: Novas Lições
  4. Conferências de Juízes: Um artigo: A espinha dorsal de um grande seminário e Alterações ao Suporte de Conferências
  5. Battlefield Forge: Arbitrando com a tua esposa: Um relatório de Torneio, GP Barcelona e PT Madrid – um relatório Dual, Grand Prix Las Vegas 2015, GP Minneapolis – Relatório de juiz de salão e Relatório do Torneio ARG Circuit Series St. Louis (6/12/16) – Um olhar diferente
  6. Guias de Viagem para GPs; GP Montreal 2016, GP Stockholm 2016, GP Portland 2016 e GP Rimini 2016
  7. Jogos de juiz: Caça aos tokens
  8. Flashcards: Atualização nas Regras Abrangentes e nas Regras de Torneios de Magic
  9. MTGScorekeeper: GP Charlotte 2016: Sábado (Swiss Sides) e GP Pittsburgh 2016: Domingo de manhã
  10. What’s Up, Docs: Relatório de Juiz de apelos do GP LA e Relatório do Head Judge do GP Minneapolis
  11. O loop do Feedback: A minha primeira review – Adam Eidelsafy, Rejeição também é Feedback, Feedbag #3: Situações Difíceis e Passaram três anos

No caso de quereres discutir um artigo, visita o nosso Judge forum. Não te esqueças de verificar regularmente o nosso Judge blog.

Knowledge Pool de Junho de 2016

  1. Um salto para muito longe

Se quiseres submeter um cenário à Knowledge Pool, eis como fazê-lo.

Judgecast

testheader2

Feliz Aniversário! Junho de 2016

Uma salva de palmas para os juízes que celebram os seus aniversários em Junho de 2016! Com destaque para o Antonio Jose Rodriguez Jimenez de Espanha, o Hector Fuentes do México, o Guillaume Beuzelin da França e o Shing Nien Fong do Sudoeste Asiático.

Juiz da Semana, Junho de 2016

Imitando um Juiz

Fazer-se passar por um juiz ou um juiz de nível superior não é aceitável. Normalmente basta falar com a pessoa em questão e mencionar que é extremamente fácil verificar o seu estatuto enquanto juiz. Provavelmente não estão ao corrente que o seu nível expirou. No entanto, se necessário, convém escalar o assunto para o TO, RC ou a equipa de fraudes das Wizards.

Posters de Blocos e Sets Especiais de MTG

Um par de posters feitos por fans para pendurar numa loja ou simplesmente partilhar com a tua comunidade. Inclui todas as edições de Magic desde Alfa e outros sets como Duels of the Planeswalkers, Commander e From the Vault.

Sapatos e Camisa

Não sabes que sapatos ou camisa vestir num torneio? Estas discussões devem providenciar todas as respostas que precisas. Se não for suficiente, dá uma olhada neste tópico extenso com variadas experiências com sapatos.

testheader2

 

Questões colocadas no mês de Junho e a resposta [O]ficial, só para ti!

1. O card Ever After devolve uma criatura Goblin vermelha do cemitério para o campo de batalha, onde se torna um Goblin-Zombie preto e vermelho. Isto desencadeia uma habilidade de “quando uma criatura preta entrar no campo de batalha” ou “quando um zombie entra no campo de batalha”?


A: Sim, vai desencadear a habilidade. Este é o velho problema do “Arbiter of the Ideal/Constelação” que foi resolvido há alguns anos.
611.2e Se ao resolver uma mágica ou habilidade põe uma permanente que não seja ficha no campo de batalha e cria um efeito contínuo que afirma que a permanente “é qualquer coisa”, esse efeito contínuo aplica-se simultaneamente com a permanente entrar no campo de batalha. Esta característica é normalmente a cor ou o tipo de criatura. Se o efeito contínuo diz que a permanente “torna-se” ou “ganha”, esse efeito aplica-se depois da permanente entrar no campo de batalha.

Como o efeito contínuo do Ever After é aplicado quando as criaturas estiverem a entrar no campo de batalha, elas entrarão como zombies pretos (em adição aos seus tipos e cores normais), essas habilidades vão disparar.
Respondido por Nathan Long


2. Como é que a nova resolução da regra de Hidden card error (HCE) se aplica quando não se revela para o Keranos, God of Storms? A resolução diz o seguinte: “Se o erro envolver um ou mais cards que deveriam ter sido revelados, o jogador revela o conjunto de cards que contem os cards não revelados e o seu oponente escolhe o mesmo número de cards anteriormente desconhecidos. Trata esses como os cards não revelados para quaisquer outras ações necessárias.” Será que o trigger do Keranos, que é parte da habilidade estática que também revela os cards compradas, conta como uma “ação necessária” a ser resolvida com base no card revelado? Ou o trigger, que pode ser falhado, faz desaparecer depois do card ser comprado, mesmo se eu aplicar esta resolução e revelar um card mais tarde no turno?


R: Não revelar é sem dúvida um HCE, por isso o jogador revela a mão e o oponente escolhe o card a ser tratado como aquele que tem de ser revelado pela habilidade doKeranos, God of Storms. Nesta altura, isso iria desencadear a segunda habilidade do Keranos (que não pode ser falhada, porque o card nunca foi revelado).
Assim, o oponente pode escolher fazer o oponente comprar um card ou sofrer 3 de dano. Isto parece que devia ser um trigger falhado, mas o texto do Keranos torna as coisas diferentes.
Aprovado por Scott Marshall


3. Um jogador estampou um Chain Lightning (feitiço) num Isochron Scepter. Tu agradeces ao jogador por te lembrar isso, e vais para a mesa ao lado. Quando examinas o estado do jogo, confirmas que o feitiço está mesmo estampado no Scepter e chamas a atenção dos jogadores para esse facto. Nenhum dos jogadores afirma conhecer o erro, e o jogo avançou para os turnos 6 ou 7, talvez até 8. O scepter entrou no jogo ao turno 2 e foi utilizado duas vezes. Como solucionar esta situação?


R: Isto é um GPE – GRV, sem solução possível.
Definitivamente não se pode recorrer à solução adicional para uma GPE – GRV porque embora o início da categoria pareça correto, a categoria inteira é – Se um objeto está numa zona incorreta, seja por uma mudança de zona exigida ter sido falhada ou, por ter sido colocado numa zona errada durante uma mudança de zona, a zona em que ele está deve-se ao facto de o jogador seguir as instruções de uma habilidade/mágica e isso não preenche os critérios. Desenvolvendo mais, a secção da solução adicional começa por dizer que – a infração preenche uma das seguintes categorias, e apenas numa dessas categorias, aplica a solução indicada a menos que haja uma outra mais simples – por isso, tens de olhar para a categoria inteira e não apenas para a parte que se coaduna com o que pretendes fazer.

A escolha no momento era ilegal, mas como com a maioria dos GPE – GRVs que não são notados no momento, a nossa escolha é a realização de um backup simples ou deixar as coisas como elas estão.

Precisamos de lembrar a ambos os jogadores que se tratou de um erro feito por ambos – e emitir a ambos os jogadores uma penalidade (GPE-GRV e GPE-FtMGS) reforça isso.
Respondido por Scott Marshall
Chain Lightning Isochron Scepter


4. A Ana está a jogar contra o Nuno que tem 3 de vida. A Ana tem um Mage-Ring Bully em jogo. Na sua primeira fase principal ela joga um Divination. Passando para o ataque ela declara o Bully como um atacante. Nuno pergunta a Ana qual é o P/T do Bully. Ana responde 'O P/T de base é 2/2'. Nuno não declara bloqueadores pensando que vai ficar a 1 de vida. Ana argumenta que Nuno está morto. Terá sido a resposta de Ana uma resposta apropriada em não ter referido a habilidade desencadeada à pergunta de Nuno?


R: Embora eu não esteja feliz com os truques verbais de Ana e eu vou confirmar que – especialmente com qualquer barreira linguística – falta de comunicação deve ser considerada, o mínimo para mim é “Verifique os seus pressupostos, não aja sobre eles.” A resposta de Ana é tecnicamente permitida, e sendo assim a habilidade desencadeada não está perdida.
A pergunta de Nuno poderia – e provavelmente devia – ser algo mais como “para 2?” quando a Ana atacar. Ou “sim, eu levo dois?” Essas são perguntas muito mais prováveis e muito melhores.
Para ser franco, este cenário é um pouco tolo para começar – os jogadores não costumam perguntar “qual é o P/T disso?” – Exceto, é claro, como neste exemplo, onde Nuno está a tentar enganar Ana com o seu discurso inteligente, o que leva a ela tentar enganá-lo com a sua resposta inteligente. Nenhum dos jogadores está a jogar de forma simpática, aqui.
No entanto, as regras favorecem a Ana, aqui – como notado e referenciado em cima. Nuno apenas tem de presumir que a habilidade desencadeada foi lembrada, ou então chamar a atenção para isso mais cedo do que ele queria.
Respondido por Scott Marshall
Mage-Ring Bully Divination


testheader2

Problemas no Centro de Juízes

Este mês temos um lembrete relativamente a alguns problemas no Centro de Juízes. Lê mais sobre como colocar o assunto numa avaliação do tipo entrevista, verificar um número DCI ativo e o que fazer a fim de corrigir certos erros facilmente.

testheader2

 

Descobre quais as Conferências de Juízes, Grand Prix e SCG Opens que têm posições disponíveis! Ainda tens tempo para te candidatares ao Grand Prix Atlanta e Grand Prix Providence.

Consulta as Solicitações para Grand Prix e Pessoas Selecionadas para mais detalhes em torneios individuais.

Projetos públicos tais como: Questionários a Jogadores, Tutor Místico, Tradução MJM, Conquistas de Juízes, Flash Cards, Diretrizes e Políticas de Conferência e outros estão à procura de ajuda.

Se quiseres obter mais da tua experiência como Juiz e de ajudar a comunidade, inscreve-te em algo que te interesse!

Traduzido por Diogo Santos, Luís Guimarãis, Inês Aguiar Branco e Nuno Ribeiro.